sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Salada de frutas

Sexta, escolhi para refletir. Não sobre dores e amores, mas sobre os dias que virão. Nada se sabe sobre eles além do que a agenda diz. Tenho aula de Teoria da Comunicação I na segunda. Já começamos com coisa forte. Na terça pela manhã, ganhamos o dia com Cinema: Estética e Imaginário. À tarde pesquisa e mais aula, desta vez Introdução à Comunicação, para os calouros. Na manhã de quarta, coordenação de Atividades Complementares. À tarde pesquisa, no vespertino Teoria da Comunicação II. Aí vem a quinta pela manhã, Midiologia Comparada. Ufa! Que nada tem reunião à noite sobre um projeto complicado de explicar. Todas as noites de quinta. Mas tem a sexta. Ela será para a correção de provas e trabalhos, a formatação das aulas da semana seguinte, enfim, trabalho e outras coisinhas. Li no blog do Beto (Cinema e Bobagens) um post sobre trabalho. Concordo com ele e queria mesmo era a salada de frutas e seu caldinho do final. Pois sinto-me bem cansada antes de começar a jornada. Tenho sempre a sensação do impossível. A cada dia um desafio e, muitas vezes, só queremos o silêncio, de que tanto falo. Alguém me disse que estar com as pessoas é o melhor que há. Eu sou meio caseira demais, gatos, livros, música e meus abajures. Então, uma sala de aula lotada é sempre um interdito, uma condição diferenciada e que me incita a sobreviver ao mesmo tempo que convida a compartilhar, a ser generosa, a compreender. Ai, mas a salada de frutas continua sendo o meu ideal...

16 comentários:

Franzé Oliveira disse...

Adoro salada, adoro mistura. Mas a sala de aula é um saco. Imagine q sou professor (risos). Para vc entender o pq só contando minha história, vixi é longa.....

Bjos com ternura.

Biba disse...

Ah! Vc tb é profe? Pois é, não acho a sala de aula um saco, não. Pelo contrário. Mas muitos jovens juntos nem sempre resulta bem do ponto de vista pedagógico. Queria turmas menores. Isso já ia ajudar. História longa, conte dia desses.
Beijos
Carpe Diem!!!

Adri Antunes disse...

uaaauu, eu fico tão feliz de te ver tão cheia de coisas boas por realizar! tenho certeza da tua entrega, do teu sucesso e espero que essa gurizada aproveite tdo de bom há em ti! um dia, quando crescer, quero ser que nem vc!!!
bjusssss
bom findi!

Letícia disse...

Eu também queria a salada de frutas que o Beto criou. Ele e suas teorias. A gente vive nessa correria, todo mundo rindo e todo mundo muito atrasado "sempre", mas a gente vê, lá no fundo do olhar, que a gente precisa descansar. Sou do seu grupo. Gosto de pessoas, mas o silêncio é a minha prática. Já fui aluna e hoje sou professora. Não posso estar em silêncio o tempo todo. Preciso ensinar. Mas nos meus tempos de ficar sentada, assistindo aula, eu morava no silêncio. E era bom.

E bom saber de seu livro, Biba. É segredo ou posso encontrar em algum site? Me avisa, ok?

Beijos.

glória disse...

eu sou geminina, duplamente. tem dias que qualquer multidão me faz esquiva. em outros, a vontade é de me deixar dissolver nas redes coletivas, nos turbilhões das ruas. da salada, gosto também daquela mistura cremosa de todas as frutas, bem no fundo da taça. eu também, sou professora e as turmas numerosas, no geral, me deixam tâo cansada. bom mesmo são turmas da pós-graduação, onde se pode ir longe em toda a sorte de temas. na verdade, o melhor é quando o fluxo de das discussões flui com prazer. bjs

Biba disse...

Adri, que meiga!! Ser como eu, imagina. mas obrigada por ter certeza de que tudo vai dar certo. Geralmente a gurizada me aceita bem, dizem que levo jeito com eles.
Beijo grande
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Pois morar no silêncio me alivia, me faz crescer, sabe? Mas é claro, como professora o silêncio vira um pequena pausa entre uma coisa e outra. Letícia, meu livro ainda está em segredo. Mas espero poder publicá-lo ainda este ano.
Beijo beijo
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Ah, Glória, também sou geminiana. Sinto parecido com você, mas sei que já tive mais fome de gente. Meu ascendente é libra, o que dá um certo equilíbrio nos ímpetos geminianos.
Beijos
Carpe Diem!!

Eduardo Matzembacher Frizzo disse...

Cara Biba. Estou no mesmo anseio. Por cá, segunda-feira começam as aulas, as reuniões, os alunos correndo atrás dia após dia e tudo o mais que isso possa trazer consigo. Além disso, tenho meus processos para cuidar, já que nem que seja algo um tanto kafikiniano (porque tudo, no fim, é kafininiano), além de professor sou advogado. E em meio a todo esse barulho, tenho de encontrar tempo para a música e para a literatura, e, mais ainda, para os meus filmes, já que cinéfilo de tatuagem no coração não vive sem cinema. Mas quanto às salas de aula, gosto delas. Gosto muito de falar e gosto muito de expor o que falo, o que está para um certo narcisismo confesso de quem às vezes não consegue ver pedagogia nessas coisas. Porém, pensando contra o meu pensar, como bem disse o Paulo Rudi Schnneider, posso alcançar o pensamento. Mas o que hoje me deixa mais feliz é que minha namorada irá começar a graduação em Filosofia semana que vem, considerando que já é graduada em Direito como yo, o que certamente renderá frutíferas parcerias futuras (além de discussões dentre panelas à lavar). Quanto às suas palavras acerca da minha homenagem ao grande Sá Carneiro, agradeço pelas mesmas, bem como pelo seu silencioso aparecimento hoje lá pelo INSUFILME. No mais, espero que fique bem como fico bem escutando Drexler e Beirut. Um beijo carinhoso e um carinhoso abraço deste que pessoalmente não te conhece mas já se considera (sem arrogância alguma, por favor), seu amigo. Até, querida.

Anônimo disse...

notificaçao: o 'anonimo' será seu aluno(a), mais uma vez, e com muita alegria. =]

Fatima Borges disse...

parabéns pela simplicidade em que descreve o texto.
belo texto.
abraços

Biba disse...

Du, ser professor é algo, né? Uma vivência e tanto, vamos combinar. Quero o seu beijo e seu abraço, obrigada. E espero que sua namorada e você discutam bastante (no bom sentido)filosofia, cinema e tudo o mais que se apresentar. Lavando a louça ou tomando um bom chimarrão.
Beijo carinhoso,
Carpe Diem!!

Biba disse...

Oi, meu aluno anônimo, nunca mais tinha aparecido, né? Tem que dar as caras por aqui e opinar, tá bom?
Beijo,
Carpe Diem!!

Biba disse...

Fátima, seja bem vinda ao Carpe Diem. espero que volte sempre e deixe seus comentários. Que bom que gostou do texto.
Beijos
Carpe Diem!!!

Caco disse...

Que rotina cheia!
Mas tenho certeza de que você consegue - e com resultado excelente, como tudo o que faz. :-)
beijo
CACO

Biba disse...

CACO, que saudades de você!!! Não pude ir para Sampa mas prometo uma visita, juro que sai!! Sim, que rotina cheia, né? Hoje, eu e a Branca mudamos uns horários de pesquisa para ver se temos um pouco mais de tempo para nós.
Te adoro,
Carpe Diem!!!