quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Ingmar Bergmam

"A fé é uma aflição dolorosa. É como amar alguém que está no escuro e não sai quando se chama".

14 comentários:

Beto Canales disse...

O ideal é não confundirmos fé e religião. Não tenho nenhuma delas mas respeito a primeira.

Biba disse...

Pois é, também creio ser importante não confundir. Tenho um amigo que me disse uma vez que fé a gente tem ou não tem. Não adianta ficar buscando. É algo em que se pensar. Acho que tenho fé, Beto, isso vem comigo da minha infância por causa da minha avó.
Beijo
Carpe Diem!!!

Marcelo A. de Moura disse...

A fé e a religião... A religião ensina muitos a guiar e desenvolver a fé, explica a estes o que esta significa, se não fosse por isso, quem sabe, nem saberiam o que é a fé, mesmo possuindo-a. Mas, ter fé em Deus, apenas porque assim foi ensinado também não faz qualquer sentido. Então alguém vem e diz "Não precisa ter sentido algum, funciona!" E é verdade, a fé não precisa ter sentido. Tome uma pílula e cure-se, mesmo que esta não passe de uma pílula de farinha. O segredo é o foco, a pílula de farinha, Deus, uma árvore torta no meio da mata. Muitas vezes precisamos de algo de fora para nos convencermos por dentro de que podemos muito.

Biba disse...

É Marcelo a pílula pela pílula não vale de nada. Uma vez conversamos sobre religião na aula, lembra? Pois é, como disse ao beto, acho que tenho fé. Isso por enquanto me basta. Não que não haja questionamentos, senão eu não postaria a frase de Bergman.
Beijos
Carpe Diem!!!

Franzé Oliveira disse...

"O mundo é assombrado pelos demônios. Usemos a razão e eles se dissiparão".

Brigado,pelas visitas. É bom saber que pessoas especias gostam de ler o q agente escreve. Vou acompanhar seu blog, viu?

Bjos com carinho.

Biba disse...

Franzé, eu que agradeço. A razão me parece contrariar a fé, que é mais instintiva, se é possível dizer isso. Por isso essa coisa de ter ou não ter. Mas a vida, creioo eu, precisa de ambas: fé e razão.
Beijo,
Carpe Diem!!!

Daia disse...

Nossa, que frase maravilhosa! Achei a comparação perfeita!

Mas o mais interessante é que apesar de não sair quando chamamos, ela sai exatamente quando mais precisamos, mesmo quando achamos que a hora já tenha passado.

Beijão!

Letícia disse...

Eu gostei do que o Beto falou. Muita gente confunde. Mas a fé é essa coisa que nos faz procurar no escuro e isso me lembra silêncio. O escuro é silencioso. Do pouco tempo que leio seu blog, tem essa marca que acho ser primordial ao que você escreve. Silêncio, fé e escuridão. Não são sinônimos, mas andam juntos. E fazem barulho aos que sabem ler.

Beijos, Biba.

E foi igualmente importante para mim ter encontrado o seu blog. Tenho certeza disso.

Biba disse...

Oi Daia, para mim essa é uma frase muito forte. Faz a gente pensar.

Beijos
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Letícia, tão bonito o que você falou sobre meu blog. Fiquei muito feliz porque é isso mesmo. Você é uma pessoa muito especial, eu já disse? Mas é.

Beijo grande
Carpe Diem!!!

glória disse...

a fé é um fio que possibilita a passagem (como diz nietzsche)entre o mundo e o além-mundo. uma crença de que o escuro possa ser habitado. você Biba, com suas palavras-feito-vagalumes têm alumiado nossas escuridôes. bjs

ira disse...

penso que a fé tem que ver com o mistério. por meio desta "realidade" organizamos a vida e a dotamos de significado.
biba, quanto à "luminosidade felina", fique à vontade para utilizar a imagem quando quiser. dei a você.
bjim

Biba disse...

Glória, linda, adoro Nietszche! Ele disse coisas muito importantes que a humanidade ainda nem assimilou. Um fio... bonito. Palavras feito vagalumes... ai, lindo demais!
Beijo grande grande
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Ira, amado, acredito também nesse mistério porque nela nada se explica ou explicita. Eu vi a fé nos olhos de minha avó por toda uma vida. E, quando lhe fugiram as forças, os olhos se apagaram, Ira, mas ainda assim havia fé naquela alma. Gracias por me dar uma expressão tão linda de presente.
Bjim e Paz
Carpe Diem!!!