domingo, 12 de outubro de 2008

Vermelho-luz poente


Luz imaginária. Vermelho-luz poente. Dentro do cesto, em casa. Noite perfeita. Notas de sonoridade única permeando o intenso das chamas. Carpe Diem! Eu penso nesse tanto de
alegria que por vezes se renova como uma planta crescendo. Fosforescente. Fotossíntese da primavera. E eu embarcando para Paris no momento seguinte. É só esperar o verão francês.
Antes disso, Buenos Aires, tango e livrarias inimagináveis!

Foto: Luiz Carlos Erbes

2 comentários:

Adri Antunes disse...

que coisa mais linda essa foto! dá uma super sensaçao de aconchego! olha só, acho que descobri uma coisa, o tempo hj está feio por que estou em casa. é sério, deve ter ficado sabendo que estaria de folga e decidiu fazer cara de fim de semana, só pra sacanear!ehehehe,
bom te ler!
bjussss

Biba disse...

Adri, bom sabê-la por aqui. Também estou de folga (quer dizer, corrigindo provas e trabalhos) e acho que o dia está feio assim porque estamos em casa. Você tem razão!
Bjuss! Carpe Diem!