quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Por hora, não há o que dizer...

6 comentários:

Adri Antunes disse...

diga sempre, nem que seu dizer seja repleto de vazios! não dizer nada é mto triste, mais triste que a tristeza de uma palavra chorada ou um olhar distante.
mas compreendo, e espero a volta da sua vontade de falar.
um bjuuuuuu

Daia disse...

Como diria William James: "O exercício do silêncio é tão importante quanto a prática da palavra".
O silêncio tem um poder de expressão às vezes mais avassalador que uma palavra.
Mas eu também espero que logo tenhas muito a nos dizer. Afinal não somos nada sem as palavras!
Beijos prof!

Biba disse...

Adri, obrigada. Muito mesmo.
Bju
Carpe Diem!!

Biba disse...

Daia, logo logo terei o que dizer. Por enquanto é só um silêncio assim, avassalador.
Bju
Carpe Diem!!!

Anônimo disse...

ah, o ruim é quando o silencio fica preso na garganta e acaba sendo engolido pelo não-silêncio.

Biba disse...

não, esse meu silêncio não é daqueles que fica preso na garganta. mas é necessário por um momento...
Bju
carpe diem!