segunda-feira, 1 de março de 2010

Aceitação

Ando tão tonta de mim mesma que é quase um esgar de sentimentos. Procuro o inviolável e me vem fragmentos. Tudo já foi tocado, arrebatado, discutido. Ando às pressas quando meu vagar é que me move. Vagar também às pressas? Paradoxo. Reúno forças para enfrentar o dia, que será de trabalho sem diversão. Cubro os olhos com as mãos espalmadas para não ver o clarão dos raios. Não chove, só prenuncia. Ando tão afastada dos outros que tenho medo de chegar perto e ser mordida. Convulsiona-me a ideia. Os outros são tão fortes e eu... No meu vagar por aí, paraíso. No meu instante-decisivo, luz de flash que contamina. Sou ilustre desconhecida daqueles a quem vou ensinar. Sou apenas uma mulher em busca de albumina. Todos os sonhos são díspares. Os pés escolhem o chão, mas alma, essa quer o espaço luminoso. Andar tonta de si é como arremessar-se no interior da coisa. É como riscar os fósforos e fugir. Ando assim, alheia. Busco o meu feitiço para encarar tua frase. Faço-me fada madrinha e aceito. Vamos ludibriar o tempo e requisitar as horas perdidas, quando não se faz nada porque estar tonteando pela vida parece a única saída. Deixo os barcos no cais e agora sigo pela trilha estreita. Vagueio e me vejo descabelada, em desvario. Isso é tudo que se pode obter na lucidez de cada dia.

5 comentários:

Lilian disse...

Boa tarde, Biba...

Respira fundo, agradece e vai...
No dia que dei por mim, diante do milagre, do mistério...
Sem nemhuma vergonha, chorei sem fim...
É bem assim mesmo...
Quando andamos a vagar, sem desejar o já consagrado, é que nos tornamos íntimamente mais próximas de nós,
Joguei tanta coisa fora, que caminho assim, vagando leve. No rosto, um sorriso banhado de lágrimas.
Como se simultaneamente chovesse e fizesse sol.
Já não tenho mais pressa, já não tenho mais nada.
Sozinha sou e vou.
Percebo que sempre foi assim, só que agora, sei um pouco mais de mim.
Mesmo que meus olhos chorem, minha alma canta.

Muito lindo o seu post de hoje.
;)

lila*lilian*

Lilian disse...

Ps*

Rs...
"Aceitação"
é verdade...
"Como riscar o fósforo e sair."

Grande beijo.
Rs...

Tens meu cúmplice entendimento.

Meu blog: http://maria.rmartins.blog.uol.com.br/

lila*lilian*

Biba disse...

Lila, é isso, respiro fundo, agradeço e vou. Gostei muito do seu comentário, você se revela e isso é raro no mundo virtual, geralmente as pessoas se escondem, travam seus sentimentos quando comentam um post.
Vou visitar seu blog.

Beijo grande
Carpe Diem!!

ira brito disse...

lindo, lindo
um dia fui seu ilustre desconhecido
foi tão bom conhecer você
feliz semestre, muita luz
bjim e paz

Biba disse...

Ira, que bom que nos conhecemos, voc~e é uma pessoa muito especial para mim. Muita luz para você também.
Bjim,
Carpe Diem!!