domingo, 26 de abril de 2009

Se pudesse escolher, queria ser uma personagem de Isabel Coixet. Queria ser tudo o que não posso e refletir como a heroína de Minha Vida Sem Mim, "somente no supermercado não pensamos na morte".

16 comentários:

glória disse...

eu imagino que o tempo acabe nos deixando sem espaço para um montão de coisas que nos dão prazer. eu ando muito atropelada por ele também. bjs

Beto Canales disse...

Tempo. serve pra que mesmo esse senhor?
Pra nos envelhecer?

Antonimos disse...

Tempo é o relógio. Meu batimento cardíaco não é relógio, mas é tempo.

Jânio Dias disse...

Acho que assisti Minha Vida Sem Mim em 2006. E toda vez que passo por ele na locadora um frio percorre a espinha.

Ano passado vi A Vida Secreta das Palavras. Esse eu tenho em casa.

Um abraço.

Duda Lima disse...

FAz tmepo q não passo aqui!
BEijinhos BIba!^^

Marcelo A. de Moura disse...

Gênio é o ser humano, que dividiu o tempo, e hoje temos os dias, semanas, meses, anos, aniversários, idade, guri, cara, velho. E tudo isso só para não esquecermos em que estágio da vida estamos. Que coisa "genial"....

Duani Lima disse...

Biba mudei o meu blog: duanilima.blogspot.com
Beijos^^

Biba disse...

O tempo... a morte... Tudo sempre tão relativo não é Glorinha?

Beijo,
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Ai Beto ... O tempo serve para nos envelhecer sim, mas tem lá suas vantagens (não me pergunte quais!!)

Beijo,
Carpe Diem!!

Biba disse...

O batimento cardíaco é tempo tempo tempo...

Beijo Antonimos

Carpe Diem!!

Biba disse...

Jânio, tenho os dois em casa. Acho-os lindos e doridos.

Beijo,
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Oi Dudinha, beijinhos pra voce também.

carpe Diem!

Biba disse...

É, marcelo, é para sempre lembrar que somos perecíveis.

Beijos,
Carpe Diem!

Biba disse...

Dudinha, tenho que mudar o endereço noo meu blog então. farei isso.

Beijos,
Carpe Diem!!

Letícia disse...

Quando assisti esse filme, fiquei dias pensando na minha vida. O que eu iria fazer se fosse o fim... e acho que faria a mesma coisa. Gravaria algumas mensagens para o meu filho e escreveria dezenas de cartas.

Bjs, Biba.

Espero que esteja bem.

Biba disse...

Letícia, eu acho que ia querer ir para um lugar inóspito, diferente, para ficar comigo mesma, me preparando para o fim. Não sei se deixaria mensagens... não sei mesmo...

Beijo grande
Carpe Diem!

PS: Espero estar bem!