terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Esperança

Julgava ter perdido você nos labirintos dos caminhos. E são tantos! Então reencontrei você de um modo singular. Hoje nossas vozes se parecem e esqueci as vezes em que você esteve tão longe. Esqueci porque amar você é coisa que faço desde menina e é preciso conservar o amor embora distante. Você me conta sua sina. Eu lhe conto a minha. Vivemos sob o mesmo sol? Quem sabe? Hoje eu queria ver o mar, pra ter um pouco de água salgada na minha garganta ardida. Queria que você me levasse para passear pelas ruas, sem compromisso de nada, como se fazia antigamente. Só andar e descobrir casas, becos, paralelas. Você gostava de caminhar comigo ao seu lado e nos diziamos coisas como: "É era de Aquário". Tudo isso se foi mas as lembranças reacendem depois de seu telefonema. Mensagem secreta na secretária eletrônica. Mas eu entendi. Porque eu sempre entendi todas as coisas em você de um modo que você nunca notou porque, distraído, olhava só para você mesmo. Estávamos crescendo e isso explica tanta coisa, não é? O bom é saber que eu não perdi você como tinha imaginado. E, os labirintos, eles sempre estarão entre nós, no meio de nós. Então eu digo pra você que há saída, com Minotauro e tudo. Queria dizer isso pra você acreditar como sempre acreditou em mim.

6 comentários:

adri antunes disse...

eiiii, adorei o texto e como vc tá linda nesta foto, sorrindo e de verde! saudades, saudades e saudades de ti.
um bju enorme!

ira brito disse...

biba, "saudades, saudades ti", disse a adri. digo também. lindo damais o texto. o título "esperança" me diz muito. amei sua visita, tava sentido sua falta. bjim

Biba disse...

Adri, minha linda, também sinto saudades e saudades de ti. Obrigada pelos elogios!

Beijo
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Ira, andei meio para dentro mas já tô saindo!! Que bom que gostou do texto, fico feliz.

Bjim,
Carpe Diem!!

Beto Canales disse...

Legal. Muito legal

Geriatria disse...

O touro de Minos avança e eu tento estender aquele pano vermelho e acho que ele é vermelho porque é a cor do sangue e a gente tem sangue nas entranhas e pode sangrar por toda parte para dentro e para fora e pelo nariz e tudo... Eu sei que Minos é na Grécia ou em Creta mas Creta é na Grécia? E Ícaro andou por ali também e fugiu do monstro e quis voar até o sol mas o resto da história todo mundo já conhece...Mas e se Ícaro for a Fênix e estiver sempre renascendo das próprias cinzas? As vezes canso de ser cinzas e poderia ser flor ou montanha ou rio de águas límpidas... Mas pasme! Ás vezes sou.