sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Arco-íris


Primeira imagem que avistei indo para o Chuí: um belo arco-íris, algo que eu não via há anos. Um arco-íris pelo caminho indica suavidade e cor, luz, ambiguidade. Gostei deste primeiro momento porque foi como um prenúncio das alegrias da viagem.

8 comentários:

Danúbio e ainda assim tenho vivido, disse...

Fotos lindas. Cada qual com uma luz diferente. Me visita qualquer dia desses no meu blog. Beijos.

Beto Canales disse...

Montevideo... passei bons momentos por lá... 18 de julho, sempre falo e lembro, e seus entrecots e zillertals...

Excelente foto do forte...

Anônimo disse...

tambem vi um no fim da tarde, bem em um 'dia aborrecido' e daí quem tava do meu lado disse que era 'a presença de Deus, e alguma coisa do dilúvio' algo assim... que seja o que for, é lindo mesmo ver um arco-íris, e pena que acaba rápido, mas talvez isso seja outra coisa que deixe o arco-íris com esse ar tão bonito

Biba disse...

Ah, claro que vou visitá-lo, imagina. Que bom que gostou das primeiras fotos, vou postar outras depois.
Bju,
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Beto, insisto em acentuar Montevideo, né? Bom, bom. Eu amei a 18 de julho, tudo lá é tão familiar para mim, não sei explicar direito.
Que bom que gostou da foto do Forte. Bati várias, claro, mas acho que essa ficou legal.
Bjus,
Carpe Diem!!!

Biba disse...

É mesmo, Anônimo, isso de acabar logo, de se evanescer tem um valor especial ao arco-íris. Presença de Deus é bonito...
Beijo,
carpe Diem!!!

Daia disse...

Oi prof!
Que fotos maravilhosas!
Ou melhor, que lugares maravilhosos!
Bom, sou suspeita pra falar, amo arco-íris!

Que bom que aproveitastes a viagem!

Beijão.

Biba disse...

Oi Daia!! Sim, os lugares são lindos e um arco-íris de entrada é o melhor que poderia acontecer, né?
Beijão,
Carpe Diem!!!