sábado, 26 de setembro de 2009

Indisponho-me com o tempo, com os rumos das coisas, com as pessoas no meu entorno. É uma indisposição muda, neutra, estranha. Não consigo prestar atenção no que é mais óbvio porque o diferente me atrai e fico querendo andar por outras bandas. Hoje, queria um abraço sincero, e recebi. Queria palavras de apoio. Recebi. Mesmo assim, há um vazio que se intromete introspectivo dentro daquilo que pretendo ser eu. Estou distante e imprecisa, querendo colo, querendo a benção de Deus na minha vida.

10 comentários:

Beto Canales disse...

pois é!

Liene disse...

Biba,
Acho que é isso que todo mundo quer... ter colo! Esse lado frágil é nossa essência. O outro é o que construímos para parecermos mais fortes. Vez ou outra, o primeiro se aflora mais intensamente.
Grande abraço e que Deus abençoe a vida de todos nós!

Thomaz Ribeiro disse...

Pena que o que nos agrada às vezes não pode estar sempre a nossa disposição. É uma pena, existem sofrimentos em nós que estão para além de nosso conhecimento.

Duani Lima disse...

Pois é Biba!
Ultimamente ando assim tmb.
São fazes complicadas, a correria,a família, tudo envolta as vezes faz nos sentirmos perdida.
Mas as coisas se ajeitam!
BEijoss

Letícia disse...

Biba,

Esta sou eu falando. Tem dias assim que parece que acordo ao contrário e preciso de todas as coisas.

E deixo um abraço e um beijo. =)

Biba disse...

Pois é, Beto, pois é...

Carpe Diem!!

Biba disse...

Sim Liene, percebo isso nas pessoas, esse querer colo de vez em quando. E que Deus nos abençoe a todos.

Beijos,
Carpe Diem!!

Biba disse...

Thomaz, é pena mesmo mas não conseguimos ficar só com o que gostaríamos...

Beijo,
Carpe Diem!!!

Biba disse...

Duani, querida, acredito também que tudo vai ter um jeito, precisamos disso para sobreviver.

Beijos muitos
Carpe Diem!!

Biba disse...

Letícia, também tem dias que acordo às avessas e preciso de tudo e muito mais.

Beijo e afeto
Carpe Diem!!!