domingo, 16 de dezembro de 2007

Estranho. Sinto falta dos poemas que se perderam, não no tempo, mas virtualmente. Tenho vontade de escrever mas alguma coisa anoitece em mim a poesia. Talvez deva ficar guardada algum tempo. Enquanto isso, ouço Yamandu, coisa que lembra meu irmão. Esqueço dos perigos um pouco e me arrisco assistindo O Quarto Verde, de François Truffaut. Henry James nas telas. Faço cara de desentendida quando o assunto é morte. É um jeito de não querer sofrer mais. O filme incita os sentidos neste sentido. Depois, adormeço feito criança e tenho aqueles pesadelos... Melhor não contar, é coisa Stephen King.

8 comentários:

ira disse...

biba, querida! (desculpe o "b" minúsculo. estou escrevendo tudo em minúsculo estes dias...)
amo demais vir aqui. tenho vindo freqüêntemente, mas em silêncio. obrigado por seus poemas cheios de coisas da alma. há tantas formas de "dizer a palavra". você tem dito aqui tão belamente. há muita beleza na tristeza e também na solidão: acompanhada ou não. agora, lá fora, uma tarde dominical cinza se despede... nela há uma beleza quase doída, ou totalmente.
um grande abraço, biba, e que sua semana seja de muita paz e inspiração. bjim!

Biba disse...

Ira, muita saudade de você. Fico muito feliz pela visita e pelo comentário tão generoso.
Beijo, luz e paz!
Carpe Diem!

Caco disse...

Oi, passando por aqui feliz da vida com a tua volta. :-)

bjs

Biba disse...

Caco, também estou feliz da vida com a minha volta. Que bom que você passou por aqui!!
Beijos,
Carpe Diem!!

Tiago disse...

Querida!
Adorei a sua visita ao meu blog!
Sério que está voltando???
E vai dar aula em que disciplina?
Seria ótimo ter você como professora novamente!
Beijos querida!
Saudades.

Biba disse...

Tiaguinho (Vinícius), é sério que estou voltando. E estou muito feliz!
Adoraria tê-lo como aluno.

Beijos,
Saudades,
Carpe Diem!!

Rodrigo disse...

Oi Eulália, tudo bem?
Acabei saindo do Zum Zum e agora estou retomando o jornalismo, minha grande paixão. Adorei seu blog, fã que sou de Hitch, Caio, Clarice, etc. Falando nela, criei recentemente o www.umaaprendizagem.blogspot.com, uma homenagem explícita a ela. Lá, posto comentários, crônicas e alguns contos (A costela-de-adão, Lua em Peixes, Via-Sacra).
Um beijo!

Biba disse...

Oi Rodrigo,

que bom que você voltou para aquilo que o apaixona. Isso é o que vale em nossa vida.
Adorei sua visita e vou visitá-lo também em seu blog. Amo Clarice demais!!
Beijo grande,
Carpe Diem!!